top of page

Como escolher uma cidade para morar na Itália?

Atualizado: 7 de ago. de 2023

Após ter tomado a decisão de vir embora para a Itália, e saber quais os meios legais que você tem para fazer essa mudança de país, chegará a hora de escolher a cidade que você irá morar na Itália, e essa pode ser uma das tarefas mais difíceis!


Existem inúmeras cidades na Itália e sim, você ficará em dúvida e provavelmente poderá escolher errado, depois se mudar novamente, mas isso é inevitável! Às vezes achamos que aquele lugar é o ideal, somente morando nele para saber como realmente será a experiência ali.


Mas, existem algumas coisas que você pode analisar para te ajudar nessa decisão difícil, vamos ver quais são?


Número de habitantes e tamanho da cidade


Isso é um detalhe importante em vários aspectos. Quanto maior a cidade e maior a população, as chances de o custo de vida ser maior aumentam, mas isso não é regra. Ao mesmo tempo, aumentam as chances de trabalho, sem dúvida.


Avalie o valor das despesas de morar em uma cidade grande, assim você saberá se consegue recomeçar em um lugar maior ou não. Cidades pequenas o custo de vida é menor, porém lembre-se que as ofertas de emprego também. Não escolha um local pequeno demais, ainda mais se tiver filhos, a adaptação poderá ser mais difícil para eles e para você também. Isso também pode ser um problema quando for procurar uma escola, talvez o local é pequeno demais e não oferece o suporte necessário para um aluno imigrante etc.


Se for olhar uma cidade menor que fique perto de uma cidade grande, ou de um local que tem mais empregos, a ideia pode ser legal! Você pode usar o transporte público para se deslocar, e morar em um local pagando menos, mas tendo acesso à uma cidade com mais ofertas. Nessa hora, faça as contas do tempo que você gastaria, do valor do transporte etc. E a dica principal é: veja se existe estação de trem na cidade, isso é extremamente importante!

Custo de vida


Como mencionado anteriormente, cidades maiores têm um custo maior, e esse custo está relacionado ao aluguel principalmente, então fazer uma pesquisa sobre valores de aluguéis poderá te dar uma noção do custo de vida daquela cidade.


Em relação à alimentação, no geral, não é algo que muda drasticamente, então, na minha opinião, o aluguel é o fator crítico a ser analisado. Cidades turísticas também são mais caras. Pisa e Florença, por exemplo, são muito mais caras quando comparadas à outras cidades do mesmo tamanho, mas que não são tão turísticas.


Sobre as outras despesas, não podemos dizer que o Sul é mais barato que o Norte, e vice-versa. Essa diferença pode ser algo difícil a ser analisada, uma vez que a Toscana, por exemplo, às vezes apresenta valores mais altos que o Norte, e olha que o Norte é famoso por apresentar preços mais elevados, mas não é bem assim que funciona.


Entenda também que a Itália funciona de formas diferentes de acordo com cada região: o Norte é a parte mais rica e desenvolvida do país, o Centro tem muitas indústrias e não fica muito atrás do Norte, porém o Sul é a parte mens desenvolvida e com menos oportunidades! Entender sobre o país e como a Itália é de uma forma geral ajudará muito na decisão de onde morar, e você precisa aprender mais sobre o país no qual deseja morar um dia.


Qualidade de vida


No modo geral, a Itália apresenta uma boa qualidade de vida. Ao Sul do país, infelizmente as coisas são mais difíceis, falta emprego, possui cidades mais violenta, apesar de ser um local de pessoas alegres, paisagens exuberantes, fora outros fatores agradáveis como alimentação etc. Existem sim cidades seguras, só realmente não é o melhor local para trabalho. O Centro e o Norte já são melhores quando o assunto é segurança e trabalho.


Como decidir?


Mesmo pesquisando sobre os itens anteriores, sei que fica difícil decidir, mas já saber que no Centro e Norte as coisas são mais desenvolvidas já te ajudará bastante. Saber que cidades turísticas são mais caras também e um fator crucial, porém isso não significa que você as deve descartar, afinal de contas elas apresentam uma grande demanda de trabalho devido ao turismo, basta você pesquisar melhor em qual localidade da cidade sairia mais em conta para se viver.


Além disso, é importante ressaltar que uma das partes mais difícies de recomeçar na Itália é alugar uma casa: tenha uma lista de pelo menos 5 cidades interessantes, grandes e pequenas, assim você aumenta o leque de opções, já que realmente alugar a casa pode ser mais difícil que conseguir o primeiro emprego, acredite!


Você pode também procurar por vídeos na internet, por imagens, pedindo opinião para quem mora em tal local, através de grupos na internet, e se possível, caso você venha para a Itália realizar seu procedimento de cidadania, e ainda não tenha decidido onde morar, minha dica seria aproveitar o período do processo e fazer pequenos bate e volta nos lugares, pode não te dar um conhecimento profundo do local, mas sem dúvidas ir até o local te ajudará a sanar várias dúvidas.


Se você tiver a oportunidade de antes de vir morar na Itália, puder vir conhecer, isso facilitará muito também! É bem ruim decidir morar em outro país sem nunca nem ter ido nele, ou ter visto uma cidade para ter uma ideia de como ela é, como são os bairros etc. Coloque isso, se possível, como uma meta de projeto de mudança para a Itália, te ajudaria bastante na tomada de decisão!

bottom of page