Como escolher uma cidade para morar na Itália?

Após ter tomado a decisão de vir embora para a Itália, e saber quais os meios legais que você tem para fazer essa mudança de país, chegará a hora de escolher a cidade que você irá morar na Itália, e essa pode ser uma das tarefas mais difíceis!


Existem inúmeras cidades na Itália e sim, você ficará em dúvida e provavelmente poderá escolher errado, depois se mudar novamente, mas isso é inevitável! Às vezes achamos que aquele lugar é o ideal, somente morando nele para saber como realmente será a experiência ali.


Mas, existem algumas coisas que você pode analisar para te ajudar nessa decisão difícil, vamos ver quais são?


Número de habitantes e tamanho da cidade


Isso é um detalhe importante em vários aspectos. Quanto maior a cidade e maior a população, as chances de o custo de vida ser maior aumentam, mas isso não é regra. Ao mesmo tempo, aumentam as chances de trabalho, sem dúvida.


Avalie o valor das despesas de morar em uma cidade grande, assim você saberá se consegue recomeçar em um lugar maior ou não. Cidades pequenas o custo de vida é menor, porém lembre-se que as ofertas de emprego também. Não escolha um local pequeno demais, ainda mais se tiver filhos, a adaptação poderá ser mais difícil para eles e para você também. Isso também pode ser um problema quando for procurar uma escola, talvez o local é pequeno demais e não oferece o suporte necessário para um aluno imigrante etc.


Se for olhar uma cidade menor que fique perto de uma cidade grande, ou de um local que tem mais empregos, a ideia pode ser legal! Você pode usar o transporte público para se deslocar, e morar em um local pagando menos, mas tendo acesso à uma cidade com mais ofertas. Nessa hora, faça as contas do tempo que você gastaria, do valor do transporte etc. E a dica principal é: veja se existe estação de trem na cidade, isso é extremamente importante!

Custo de vida


Como mencionado anteriormente, cidades maiores têm um custo maior, e esse custo está relacionado ao aluguel principalmente, então fazer uma pesquisa sobre valores de aluguéis poderá te dar uma noção do custo de vida daquela cidade.


Em relação à alimentação, no geral, não é algo que muda drasticamente, então, na minha opinião, o aluguel é o fator crítico a ser analisado. Cidades turísticas também são mais caras. Pisa e Florença, por exemplo, são muito mais caras quando comparadas à outras cidades do mesmo tamanho, mas que não são tão turísticas.


Sobre as outras despesas, não podemos dizer que o Sul é mais barato que o Norte, e vice-versa. Essa diferença pode ser algo difícil a ser analisada, uma vez que a Toscana, por exemplo, às vezes apresenta valores mais altos que o Norte, e olha que o Norte é famoso por apresentar preços mais elevados, mas não é bem assim que funciona.


Entenda também que a Itália funciona de formas diferentes de acordo com cada região: o Norte é a parte mais rica e desenvolvida do país, o Centro tem muitas indústrias e não fica muito atrás do Norte, porém o Sul é a parte mens desenvolvida e com menos oportunidades! Entender sobre o país e como a Itália é de uma forma geral ajudará muito na decisão de onde morar, e você precisa aprender mais sobreo país no qual deseja morar um dia.