Como levar dinheiro para a Itália? Dicas e valores

Chegou a hora da sua tão esperada viagem para a Itália (ou qualquer país da União Européia) e bateu aquelas dúvidas: Qual é a melhor forma de levar o meu dinheiro? Qual o valor máximo e o valor mínimo que posso levar? Bom, o post de hoje é justamente para responder essas perguntas!


Quantos euros posso levar para a Europa?


A resposta é fácil: até quantos euros você quiser! Não tem um valor máximo estipulado, porém, caso você queira levar um valor igual ou superior à R$10.000,00 ou o equivalente em outra moeda em espécie, você deverá fazer a declaração dessa quantia para a Receita Federal.


E para fazer essa declaração é bem fácil! Ela se chama DECLARAÇÃO ELETRÔNICA DE BENS DE VIAJANTES (e-DBV), e é feita online no próprio site da Receita Federal, como mostro na imagem abaixo para vocês:



Uma observação importante a se fazer é que não haverá cobranças de impostos nos valores declarados. Outro fator importante é que deve ser declarado o porte de papel-moeda nacional ou estrangeira em espécie, não compreendidos os títulos de crédito, cheques ou cheques de viagem. Bom, tendo feito a declaração, você deverá entregá-la à Alfandega, juntamente com outros documentos, que estão citados abaixo:


  • O montante, em espécie, declarado;

  • Declaração Eletrônica de Bens de Viajantes (e-DBV);

  • Comprovante de aquisição da moeda estrangeira em banco autorizado ou instituição credenciada a operar em câmbio no País, em valor igual ou superior ao declarado;

  • Declaração apresentada à unidade da RFB, quando da entrada no território nacional, em valor igual ou superior àquele em seu poder;