Erros que quase todo brasileiro comete ao vir morar na Itália!

Muitas pessoas querem ter a experiência de morar fora e estão em busca de uma vida melhor. Porém, muitas pessoas erram no mesmo ponto, e não levam em consideração alguns itens muito importantes na hora de partir de vez. Veja algumas coisas muito importantes sobre esse tema:


Subestimar o fato de saber falar italiano e achar que inglês basta


Queria muito que as pessoas entendessem a gravidade desse ponto: você precisa saber falar italiano se quer morar na Itália. E não me refiro a aprender aqui, e sim ao vir com o básico pelo menos já na ponta da língua. Esse precisa ser um investimento nesse seu projeto, precisa ser um objetivo e você precisa entender que isso facilitará ou não seu recomeço aqui na Itália.


E sobre inglês, ele é apenas um “a mais”, ajuda sim em alguns casos, e se você souber, ótimo, mas não é esse o foco. E sim, até para trabalhos mais simples o básico é necessário, além de não ser o tema “trabalho” o único item importante: como vai alugar uma casa, matricular um filho na escola e resolver cosias do dia a dia sem o mínimo da comunicação? Tudo isso pesará tanto na sua adaptação e no seu dia a dia, que acredite, não vale a pena correr o risco.


Achar que pode se regularizar na Itália ou se legalizar fácil através de uma “tia”


Morar legalmente na Itália te exige muita coisa! Não é um país fácil de se regularizar como Portugal, e não é um Estados Unidos da vida onde viver de forma ilegal “flui” de boa no dia a dia.


Para isso, pesquise JUNTO AOS ÓRGÃOS COMPETENTES as informações necessárias sobre sua legalização! Saiba que não tem como se regularizar estando na Itália como turista, e muito menos através de um parente distante, existem regras e leis e para saber sobre, procure o consulado italiano em seu país, entre em contato com a delegacia na Itália (setor de imigração) e saiba melhor o que fazer antes de vir para cá.


Confiar em um amigo ou conhecido que disse que te ajudará com tudo


Sim, ter ami