• Coisas que eu sei

Itália reabrirá fronteiras com a Europa

Desde o dia 9 de março, a Itália decretou isolamento total em todo o território nacional, e somente agora, dia 18/05/20, o país finalmente iniciou uma nova etapa da fase 2, trazendo um retorno gradual à "normalidade". Como consequência, a partir do dia 3 de junho a Itália reabrirá as fronteiras com a União Europeia, Área Schengen, Reino Unido, República de São Marinho e Principado de Mônaco.


O objetivo é salvar a temporada de verão na Europa, crucial para a indústria do turismo, que por si só vale 10% do PIB europeu, ou cerca de 1.400 bilhões. A Comissão Europeia apresentou um pacote de diretrizes para ajudar os Estados-Membros a sair gradualmente do bloqueio de maneira coordenada, respeitando a saúde e o princípio da não discriminação: se um Estado-Membro decidir permitir viagens dentro de seu próprio país/território ou em regiões específicas do seu território, deve fazê-lo de forma não discriminatória, permitindo o acesso a pessoas provenientes de todas as áreas, regiões ou países que na UE tenham uma situação epidemiológica semelhante e em que "haja capacidades suficientes em termos de hospitais, testes, vigilância e monitoramento de contágios.


A Itália já declarou que além de abrir suas fronteiras, turistas provenientes desses locais não precisarão fazer a quarentena de 14 dias. Mas, apesar da Itália se esforçar para ter algum tipo de turismo em solo italiano, muitos países não reabrirão suas fronteiras com a Itália.