Melhor época para viajar para a Itália

O assunto de hoje é um dos meus preferidos. Primeiro porque eu adoro viajar, e, segundo, porque a Itália te permite conhecer vários lugares devido ao seu tamanho e a facilidade de comprar passagens e muito mais. Então, vamos falar um pouquinho de qual é a melhor época do ano para conhecer esse lindo país?


A Itália é um dos destinos mais procurados por turistas de todo o mundo, tanto pela sua história, quanto pela sua arquitetura, sua culinária, etc. E, assim como outros países europeus, a Itália têm suas estações do ano muito bem definidas, e em todas elas, as coisas mudam muito de cenário no país.


verão1

De uma forma geral, segundo a minha opinião e experiência, os melhores meses para se visitar a Itália são aqueles que vão de março até final de junho, e depois de setembro a outubro, porque é justamente nesses meses que a temperatura é amena e super agradável para se fazer diversos passeios. É claro que a Sardenha não se enquadra nesse caso. Se você quer curtir o litoral e as maravilhosas ilhas e praias da Itália, o verão é a melhor época sem dúvida haha. Estava falando em relação a conhecer as cidades de todo o país, tanto do Norte quanto do Sul.


Primavera

A Primavera é a estação perfeita para se fazer um passeio pelo país. Além das temperaturas amenas e agradáveis, os dias são longos e ensolarados, as árvores floridas, os campos verdes. Ou seja, a natureza colabora nessa época para deixar esse país ainda mais lindo!


É uma ótima época para se conhecer cidades como Roma, Veneza e Florença. Essas cidades exigem de você boas caminhadas, e sem pressa. Fazer isso no verão, pode te deixar irritado e muito cansado. Então a primavera te ajuda a fazer um maravilhoso passeio, e ainda aproveitar bem mais o seu dia.


Além de tudo isso, nessa época do ano a quantidade de turistas é menor, o que pode te ajudar na hora das filas dos museus, e os preços de várias atrações são melhores e com mais ofertas.


Infelizmente, tanto a primavera quanto o outono, são épocas mais caras para viajar, mas ainda não é tão caro como o período de férias escolares de verão.