O fim da companhia aérea italiana Alitalia!

Durante muitos anos, a Alitalia funcionou fazendo diversos voos da e para Itália. Infelizmente, em 2017 a empresa anunciou uma grave crise, decretando falência. Em 2019 a situação acabou se agravando muito, até que nesse mês de agosto foi oficializado o fim da companhia, que agora passará para as mãos da companhia Ita (Italia Trasporto Aereo).


Muitos brasileiros que vieram morar ou passear na Itália utilizaram a Alitalia pelo fato de ser uma das companhias com voo direto para a Itália. A empresa continuará em serviço até 14 de outubro de 2021, enquanto que as aeronaves do transporte aéreo da Ita, estão programadas para decolar a partir de 15 de outubro. O governo disponibilizou um fundo de 100 milhões de euros para a defesa do consumidor, já que muitas pessoas haviam comprado passagem antes de saberem dessa notícia. Os viajantes com passagem da Alitalia com partida programada a partir de 15 de outubro receberão um e-mail: serão reembolsados ​​ou poderão substituir o voo por outro operado pela Alitalia até 14 de outubro.



Para essas alterações, os passageiros com direito a reembolso ou substituição de voo devem ter um bilhete da Alitalia começando com "055" adquirido até 24 de agosto de 2021, com data de viagem de 15 de outubro de 2021, de/para qualquer destino/origem em todo o mundo. Os viajantes que compraram sua passagem no site da Alitalia devem clicar no link do e-mail de notificação de cancelamento. Para pedidos de reembolso parcial, os passageiros podem entrar em contato com a central de atendimento. Por outro lado, quem comprou em agência de viagens pode entrar em contato direto com o estabelecimento.


Para quem está questionando de onde partirão os voos, a companhia terá como hubs os aeroportos de Fiumicino, Roma, e em Linate, Milão, que cobrirão inicialmente 45 destinos (podendo chegar a 74 até 2025), incluindo Nova York, Boston, Miami, Washington, Los Angeles, Tóquio, São Paulo e Buenos Aires.


Contratações de funcionários pela companhia aérea


A Ita terá uma frota de 52 aviões, e já afirmaram que aumentará para 78 em 2022 e 105 até o fim de 2025. A empresa estará contratando cerca de 2.800 funcionários, dos quais 1.550 para os vôos e 1.250 trabalhadores em terra. Na tendência, espera-se que o número de funcionários aumente para 5.750 em 2025. – a atual Alitalia tem 10,5 mil empregados.


A empresa Ita quer iniciar um novo processo de contratação, disponibilizando empregos para ex-funcionários da Alitalia, mas também para novos funcionários. Pelos primeiros rumores, os trabalhadores da Alitalia não serão contratados automaticamente pelo Ita, mas um novo processo de contratação será proposto.


A empresa quer propor um novo dissídio coletivo nacional para os funcionários da nova companhia aérea, cancelando efetivamente os acordos anteriormente aplicados. O objetivo seria facilitar a adaptação da nova empresa aos padrões já existentes na Europa.


Como se candidatar às novas vagas de trabalho