Fotografando em um dia nublado

Olá galera! Tudo bom com vocês? Vamos falar pela segunda vez sobre FOTOGRAFIA? Este assunto é algo que gostamos muito e que não queremos deixar de compartilhar com vocês. Como insistimos em falar, não somos profissionais da área, mas, talvez algumas dicas simples, como essas que vamos falar aqui hoje, podem dar uma “cara” nova em suas fotos. O post de hoje foi feito em conjunto com o Chrystian. Aproveitem para dar uma olhada nas fotos dele no blog, caso ainda não conheçam.


Antes de falar de foto por foto, a primeira dica de hoje é exatamente as condições climáticas em que estas fotos abaixo foram tiradas. Aqui na Itália estamos no outono, e as estações do ano aqui são muito bem definidas, cada uma com suas características claramente sentidas. Embora o frio tenha chegado um pouco mais cedo este ano, já estamos com dias completamente nublados, chuvosos e frios pra caramba. Talvez em dias assim, você não tenha ânimo para nada, muito menos para sair de casa para fotografar, pois um dia de sol é muito mais confortável. Mas, eu sinto muito em te dizer que: você está perdendo ótimas oportunidades de fazer fotos MARAVILHOSAS.


Sim, em dias nublados temos uma luz natural completamente difusa. Mas o que é isso? Em dias de sol, durante grande parte do dia, temos a luz muito forte, provocando sombras muito duras; já em dias nublados, as nuvens servem como difusores naturais da luz do sol, assim você tem uma luz uniforme, com sombras muito mais suaves e com cores muito mais definidas.


Então, agora você já sabe em que condições essas fotos foram tiradas: em uma tarde de sexta-feira completamente nublada, fria e chuvosa.


Bora para as fotos?


_MG_5588

Essa é nossa primeira foto de hoje, que, por sinal, foi nossa primeira parada naquela tarde de sexta-feira. Uma foto completamente simples: basta apenas tentar algumas vezes e pegar aquele melhor momento da pessoa fotografada; neste caso, esperei o melhor sorriso. Em um muro coberto de folhas vermelhas, encontramos um cenário perfeito.


Não temos muito o que falar sobre as configurações técnicas nestas fotos de hoje, basta apenas você fazer a fotometria perfeita para aquilo que você quer. E quando dizemos fotometria perfeita, não quer dizer colocar o ponto do FOTÔMETRO de sua câmera no 0, ok? Talvez esse seja um tema de um outro post. Mas enfim, nesta foto usamos Abertura de Diafragma (f2.0), ISO200 e Velocidade do Obturador em 1/250, sem nenhum mistério. Fizemos várias fotos, mas, nessa foto, usamos um ângulo chamado PLONGÉE, que trata-se de fotografar com a câmera acima do nível dos olhos da pessoa fotografada.