Visto para a Europa: o que muda para o brasileiro que vai viajar para o continente a partir de 2023

Muito tem se falado sobre um assunto que já foi discutido um tempo atrás, mas agora voltou a todo vapor que é sobre a necessidade de ter que emitir um visto para vir para a Itália. O que acontece é que, atualmente, quem é brasileiro e quer vir viajar pela Itália não precisa emitir visto nenhum, basta apenas apresentar o passaporte. Mas, muitas pessoas estão questionando o fato de que agora precisa de um visto, mas calma que vou explicar melhor do que se trata e porque as pessoas estão falando sobre isso.


Como o brasileiro entrará na Europa a partir de 2023?


A partir de 2023, provavelmente no segundo semestre, no mês de novembro, os visitantes que atualmente podem entrar sem visto nos países da Zona Schengen, por conta do Programa de Isenção de Visto, do qual o Brasil faz parte, passam a precisar de emitir o ETIAS para ter acesso à Itália e ao resto do Espaço Schengen.


É importante você saber em primeiro lugar que o ETIAS não é um visto, e sim, um sistema de registro e verificação que torna mais fácil para as autoridades do Espaço Schengen a conferência da identidade dos cidadãos de países-terceiros que cruzam as fronteiras. Se você não sabe o que é o espaço Schengen, é uma área territorial que abrange 26 países europeus (22 dos quais são Estados‐Membros da União Europeia), e a Itália faz parte desse espaço.


O que é o ETIAS e como ele funciona?


Para visitar a Itália com o ETIAS, você precisará preencher um formulário online. A promessa é de que seja algo bem simples de fazer: o processo será concluído em questão de minutos e irá requerer o mínimo de documentação, como passaporte válido (importante destacar que você precisa viajar com um passaporte que tenha validade de até 3 meses além da data de estadia pretendida) e o e-mail do candidato. Também será solicitado que o visitante preencha um formulário online com dados pessoais e informações do passaporte, além de pagar a taxa de 7 euros.


O Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (ETIAS) foi proposto pela Comissão Europeia em abril de 2016 e aprovado em novembro do mesmo ano. Tiveram os atrasos devido a pandemia, mas agora a intenção é que isso realmente entre em vigor. A autorização de viagem ETIAS é similar à isenção de visto emitida pelo ESTA (Sistema Eletrônico de Autorização de Viagem), que é algo que um cidadão italiano precisa fazer para visitar os Estados Unidos: como italianos, não precisamos de visto, mas precisamos dessa autorização que é feita de forma rápida e online. A previsão é de que o sistema ETIAS esteja totalmente implementado em novembro de 202